Notas de Degustação: O Halo Aquoso.

Em função de compreender que a degustação de um vinho não é um exercício habitual do brasileiro e ouvindo o comentário do meu grande amigo Faber, decidi explanar um pouco sobre a degustação.

A idéia é falarmos um pouco sobre o que podemos identificar no processo de degustação e desmistificá-lo! Afinal vocês perceberão que as coisas não são tão complexas como parecem. Aos poucos passarei os "segredos" da degustação, hoje falaremos do halo aquoso. O que é isso? Qual sua importância?

A degustação nada mais é que prestar atenção as sensações que temos ao beber o vinho. É dividida em três partes: visual, olfativa e gustativa. Tem como objetivo básico reconhecer as qualidades e deficiências que um vinho pode ter.

Dois detalhes importantes: boa luminosidade e uma toalha branca são fundamentais para uma boa análise visual. E é nesta fase que identificamos o tal halo aquoso.

Quando inclinamos a taça levemente para frente o halo aquoso pode ser identificado. Se prestarmos atenção a borda poderemos ver que o vinho termina antes do que devería... digamos que após o término do líquido escuro ainda temos um bordinha de água, ok? Esta borda de água é o halo aquoso.

Quando o halo é pequeno ou inexiste, temos um sinal que o vinho é jovem, se você tem uma outra garrafa pode gaurdá-la por um período que o vinho permanecerá bom. Quando o mesmo halo é presente e grande (meio centímetro digamos) o vinho está em sua maturidade e deve ser consumido o mais breve possível.

Alguns vinhos podem perdurar com um halo desenvolvido, a maioria não. Outros vinhos mesmo sem halo desenvolvido devem ser consumidos em sua juventude, principalmente os que não passam por madeira, foram feitos dessa maneira, o Enólogo tinha esse objetivo.

Finalmente o halo é sempre uma boa referência sobre o momento/idade do vinho. Procure observá-lo, você terá mais dificuldade em reconhcê-lo nos vinhos brancos.

Forte Abraço!

3 comentários:

  1. Ei Cristiano!
    Muito bom... acho super importante essas notas "técnicas" para desmitificar o mundo dos vinho.
    Pelo que entendi será uma série de posts... legal!
    Abração.

    ResponderExcluir
  2. Rafael,

    Grande amigo, isso mesmo! A idéia é postar ao longo do tempo "detalhes" do processo de degustação de vinhos.

    Vc sempre poderá encontrar esses posts nos arquivos sob a literal de "Notas de degustação"

    Forte Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Cristiano,

    obrigado por sua visita ao Peripécias e pelo comentário refletido. Penso que o debate sobre as pontuações vai seguir ainda por algum tempo lá, então vou deixar minhas impressões para os futuros posts.
    Volte sempre e obrigado pela contribuição.

    Um abraço,
    Bernardo

    ResponderExcluir

Algum comentário? Fique a vontade!

Advertência

O conteúdo deste blog é destinado a maiores de 18 anos. Seja responsável, se beber não dirija!