Notas de Degustação: As Cores do Vinho

Os vinhos tem diversas cores, no processo de degustação procuramos identificá-las, pois assim como o halo aquoso elas denotam a idade do vinho. E saber a idade do vinho ajuda a decidirmos o que faremos com as outras garrafas que temos em cada uma de nossas adegas.
Começemos com a seguinte informação: todo vinho evoluí para a cor âmbar, seja o vinho tinto, branco, rosé, espumante, sobremesa, etc. Quando o vinho atinge esta cor ele está em declínio e o melhor momento de consumo já passou. Trocando em miúdos: o vinho está praticamente estragado.
Os vinhos tintos tem como cor básica o rubí, podendo ser opaco ou translúcido, mas o rubí é a cor inicial do vinho tinto. Esse rubí começa com tons violáceos na juventude do vinho, esses tons ou relexos podem ser percebidos quando inclinamos a taça para frente e observamos a borda da bebida.
Esse reflexo violáceo evoluí para um vinho rubí sem reflexos, ou seja o vinho é rubí puro, segue então para um reflexo que começa a se tornar laranja, conhecido no meio por reflexo atijolado. Neste momento o vinho começa a atingir a sua maturidade e o momento de consumo beira a perfeição.
O processo continua e o vinho como um todo evoluí para uma cor granada e por fim os reflexos se tornarão âmbar e finalmente o vinho tornar-se-á âmbar.
Vamos fazer uma ressalva agora: nem sempre o momento ideal de consumo do vinho é o de cor rubí com reflexos atijolados. Em muitos casos o vinho é feito para ser bebido em sua juventude, muitas vezes o enólogo sugere, através do contra-rótulo, que você consuma logo o vinho, faça isso!
A evolução do vinho o transforma e muitas vezes a idade não é benéfica. Aplique o conceito de evolução do vinho, auferida através da cor, para vinhos de maior e reconhecida grandeza. Os vinhos do dia a dia normalmente devem ser consumidos enquanto são jovens.
Retornemos as cores. Vamos falar dos brancos agora. Os vinhos brancos nascem brancos, mas raramente você terá a oportunidade de ver um vinho branco de tom branco, pois muito rapidamente eles evoluem para amarelo palha que é a cor que estamos acostumados a ver.
Uma boa sugestão para você ver um vinho branco sem reflexos são os Sauvignon Blanc's da Nova Zelândia. Se comprarmos algum da safra 2008 teremos uma chance. Minha dica é Saint Clair Marlborough que é comercializado pela Grand Cru. Outro é o português Quinta do Cabriz Branco, que já postei aqui, mas a safra 2006 já evoluiu de cor, aguardemos a 2007 chegar as nossas prateleiras...
Bom, posto isso, o vinho branco evoluí para um amarelo-palha e os reflexos costumam ser esveredados. Segue assim até perder esses tons e assumir outros mais dourados, para uvas como a Chardonnay este é o melhor momento de consumo. Para outras como a Sauvignon Blanc o melhor momento já passou, era no tom esverdeado ainda.
Então para brancos não temos um melhor momento de consumo? De uma maneira geral é melhor consumirmos os brancos durante a juventude, nesse período as características mais marcantes destes estão de fato no auge. A Charodnnay e a Riesling são exceções.
Seguindo com as cores, de amarelo-palha com relexo dourado o vinho evoluí para o amarelo-ouro, cor comum para muitos vinhos de sobremesa que podem inclusive passar anos com essa cor, por fim os tons ou reflexos âmbar surgem e finalmente a cor âmbar.
Muito importante é saber que um vinho branco, devido a sua delicadeza, evoluí e envelhece muito mais rapidamente que um tinto, portanto o auge do vinho tem um tempo infinitamente menor que o do tinto. Logo não faça grandes estoques de vinho branco compre o que vai consumir em alguns meses.
Os espumantes seguem as mesmas regras dos brancos, apenas tem o fato de serem muito mais longevos que os brancos. Já os rosé's evoluem do cereja, seja ele mais claro ou mais escuro para o âmbar diretamente e denotam tons alarnajados rapidamente, conhecidos no meio como "reflexos de casca de cebola" por ser um laranja mais suave.
Lembre-se que esse texto é apenas uma referência e o seu paladar pode se adaptar a um momento diferente do vinho para o consumo, sendo este então o melhor momento! Vinho bom é aquele que você aprecia.
Forte Abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Algum comentário? Fique a vontade!

Advertência

O conteúdo deste blog é destinado a maiores de 18 anos. Seja responsável, se beber não dirija!