Especial Chile: Almoço de Domingo...


Domingo é dia de almoçar com a família ou com os amigos, mas é dia de nos divertirmos e esquecermos a pesada semana que passou e rir um pouco.
Bom... estava eu no Chile com meu pai e um grande amigo, cenário feito para um almoço de domingo! E nosso almoço sería na Viu Manent, foi quando o guia Luis nos propôs outro local dizendo que o almoço da Viu Manent não era muito legal... Depois de olharmos um para cara do outro e o Luis ter falado sobre um Coredeiro feito no espeto (espadas em espanhol), topamos!
O Asador del Valle nos recebeu no povoado de Lolol, que fica próximo a cidade de Santa Cruz, ligeiramente afastado. Restaurante em meio ao campo, um local muito agradável com um salão ao ar livre e longas mesas com seus simpáticos banco de madeira. O calor era estupendo e optamos por beber cerveja. E bebemos uma muito especial, cervaja de quínoa! Quínoa é um cereal e faz cervejas, entre outras coisas, do tipo Pale Ale, enfim uma cerveja forte, encorpada e muito saborosa!
Quem me conhece sabe que eu sou o sujeito que pede as coisas diferentes, exóticas, o cara que gosta de experimentar! Havíam várias entradas e eu fui de língua de cordeiro, isso mesmo! Língua de cordeiro (foto ao lado). ESPETACULAR!!! Tenra, macia, leve e saborosa! Valeu a pena, foi o melhor do dia e talvez da viagem.
Seguí com um Avestruz com champignon em pedaços (foto abaixo)acompanhados de um arroz tradicional da casa com muito coentro, errei na combinação devería ter pedido um purê de batatas. O Luís comeu o cordeiro nas espadas, meu pai optou por um belo filet e o Péricles foi de Lombo de carne bovina, eu que não sou bobo experimentei todos e só posso tecer elogios.

 
Enfim a sobremesa, mulheres mordam-se de inveja, só eu encarei um maravilhoso creme bruillé de gengibre acompanhado de calda de framboesas, uma sobremesa mais leve e menos doce que os tradicionais cremes bruillé mas com uma elegância estupenda e um sabor surpreendente.


Seguimos para a Viu Manent, a tarde nos esperava...
Forte Abraço!

4 comentários:

  1. Olha...

    A língua eu pulava fácil!
    Não tinha alguma coisa pior pra vc experimentar não? Tipo uma cobra ensopada? hehehe..

    Mas essa sobremesa hein...
    ô vida marvada!

    abs!
    Alexandre

    ResponderExcluir
  2. Cristiano,


    Também conheço o Vale de Colchágua porque visitei diversas vinícolas e posso te garantir que a informação que te foi dada pelo guia não é verdadeira porque o Restaurante da Viu Manent chamado "La Llaveria" é ótimo porque tem um cardápio com diversas opções de pratos regados a vinhos Viu Manent por preços prá lá de acessíveis.

    Tive oportunidade de dividir uma garrafa do Viu Manent Reserva Malbec 2007 por menos de R$ 20!!

    Depois do almoço comprei alguns vinhos na Bodega por preços 10% mais em conta do que em Santiago. Para vc ter idéia, trouxe duas garrafas do Viu Manent Single Vineyard Cabernet Sauvignon La Capilla 2006 por cerca de R$ 38 contra R$ 160 pedidos por aqui...


    Mesmo assim o seu relato é importante porque dá próxima vez que for para o Vale de Colchágua visitar outras vinícolas e almoçarei no "Asador del Valle" porque realmente deve ser interessante.

    Abraço

    Jeriel - São Paulo/SP
    www.blogdojeriel.com.br

    ResponderExcluir
  3. Jeriel,

    Obrigado pela visita!

    Eu fiquei desconfiado da informação do Luis principaçmente quando eu ví o restaurante da Viu Manent.

    Porém as vezes o que é servido a nós turistas é bem diferente do que é servido aos guias... talvez essa seja a razão.

    Vá ao Assador que não se arrependerá!

    Forte Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Alexandre,

    Vc sabe que eu provo tudo e só de lembrar da língua de cordeiro eu salivo... você está perdendo...

    Da próxima vez crie coragem!

    Forte Abraço!

    ResponderExcluir

Algum comentário? Fique a vontade!

Advertência

O conteúdo deste blog é destinado a maiores de 18 anos. Seja responsável, se beber não dirija!