Degustação de Vinhos Australianos - KMM

Mais uma vez convidado pelos queridos amigos da Excelência Vinhos pude participar de uma magnífica degustação na cidade de Campinas.

A importadora KMM trouxe 06 rótulos australianos que foram degustados no Royal Palm Plaza numa degustação organizada pela ABS Campinas. Tudo da maneira correta fazendo a noite brilhante.

A KMM tem seu portfólio de produtos concentrados em vinhos australianos. Além de boas opções do Chile e Patagônia.

A noite começou com o charmosos Yalumba Seriers Viognier 2006, um branco aromático, untuososo e equilibrado! A cor era amarelo palha, leve reflexo dourado. Aromas de frutas brancas, florais e nuances herbáceos, o damasco se destacou no painel. Na boca o corpo médio e a untuosidade pedem por uma bela posta de salmão!

Seguimos para o espetacular Petaluma Hanling Hill Riesling 2006, fresco e elegante! Um vinhaço que vale cada centavo. Um riesling característico com cor amarelo-palha, refelxo verdeal, aromas intensos e minerais mesclados a frutas tropicais de alta. Corpo médio, retro-gosto de maçã verde e clamando por camarões devido a alta acidez.

Depois desse tínhamos que passar para os tintos e foi em grande estilo! Um Stonier Pinot Noir 2004 na taça, o vinho estava amadurecido! Baixa intensidade de cor, como era de se esperar, porém o vinho já estava âmbar. Os aromas mantinham a intensidade e os terciários dominavam, caramelo, terrosos, defumados, couro e frutas secas. Na boca fino! Elegância líquida esperando um bom prato de pato ou algo com cogumelos.

Seguimos para o Yalumba Barossa Shiraz/Vigonier 2004. É... o corte do Cote de Rotie... este vinho pode ser classificado como diferente! Um tinto de cor rubí violácea mas sem toda aquela intensidade de cor. Aromas intensos e lembranças de frutas negras e florais. Corpo médio e taninos finos pedindo por um bom corte de filet mignon.

A uva "estranha" da noite trouxe uma grata surpresa. O 3 Bridges Duriff 2005 lembrou um belo Primitivo di Manduria. Com muita intensidade de cor, aromas de frutas maduras e passas além de um belo toque de caramelo. Na boca potência sem perder a elegância, belo corpo acompanhando grande e fina carga tãnica, acidez elevada e álcool na medida para amaciar a boca. Um vinho de longa persistência que se resolve por si só! Mas podemos acompanhá-lo com pratos de alto volume de sabor. Em três anos este Duriff será um verdadeiro veludo na boca.

Finalizamos com um The Cover Drive Cabernet Sauvignon, Shiraz e Malbec, 2005. Na taça é quase preto, aromas intensos de especiarias, ervas, menta e algo que pareceu eucalipto. Um boca cheia com muita acidez, taninos redondos e grande corpo. Outro vinhaço! Guarde por uns 05 anos e terá algo indiscutível nas mãos.

Enfim uma noite memorável.

Conheça estes e tantos outros rótulos na Excelência Vinhos, 19 3294-9594, fale com a Ana.

Forte Abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Algum comentário? Fique a vontade!

Advertência

O conteúdo deste blog é destinado a maiores de 18 anos. Seja responsável, se beber não dirija!