Especial Chile: Almoço com os Amigos...

Para finalizar minha epopéia por terras chilenas nada melhor que abrir algumas preciosidades que trouxe de lá num animado almoço com os amigos.

Por volta de 13hs de um sábado chegaram os amigos Alexandre (Diário de Baco) e Jean (O Tanino) acompanhado de suas digníssimas esposas.

O Alexandre era responsável pela sobremesa e surpreendendo a todos abandonou o tema Chile e touxe um Moscatel nacional para acompanhar a maravilhosa Torta de Frutas Vermelhas que a Vanessa fez.

Bom, mas antes da sobremesa, iniciamos as atividades com Camarões a Margherita Especial (com Mussarella de Búfalo) acompanhados de Casas del Bosque Gran Reserva Sauvignon Blanc 2008. Foi uma boa harmonização, o vinho, nesse momento, ressaltava mais seu lado herbáceo o que combinou com o manjericão do prato, e tudo isso junto com a excepcional acidez que este Sauvignon Blanc oferece tornaram o prato muito fresco.

Seguimos para as Costelas de Javalí acompanhadas de Purê de Abóbora e batatas noissete fritas. O vinho escolhido foi outro Casas del Bosque! O Gran Reserva Carignan 2007... a melhor harmonização do dia aconteceu. A grande quantidade tãnica e a boa acidez do vinho equilibrararm-se com a gordura da carne e acabaram por realçar a fruta madura do vinho, um verdadeiro espetáculo de sabor na boca, uma explosão de frutas maduras e secas, muito prazeroso.

Ah... ficou ruim para o seguinte? Não... O prato era Risoto de Bacon com Alho-Poró acompanhado de Picanha na panela de pressão, cozida com sal grosso, cebola e ervas. Tinha que sustentar um EPU 2001! Estava rubí vivo, intenso, brilhante com aromas e sabores de fruta em geléia predominando mas elegantemente acompanhados por especiarias, notas de couro, chocolate e caramelo. Foi outro show! A picanha que estava derrentendo na boca contrabalanceava-se bem com a acidez e os finíssimos taninos do vinho. Diga-se de passagem a carga tânica era elevada, abundante.

E a tarde avançava descontraída e rápida. Na mesa aquela Torta de Frutas Vermelhas, levemente adocicada, com aquele "azedinho" gostoso. E o Alexandre venho com um Espumante de Moscatel da Cave Amadeu, só com 7,5% de álcool, leve que ne uma pena, sem cor ainda, dá para dizer que era branco mesmo, com perlage fino. Uma delícia.

Assim nossa tarde terminou lá pelas 18hs, ninguém jantou é lógico... e a vontade de retornar ao Chile só aumentando...

Ainda como comentário, decantamos o EPU meia hora antes de servir e o Carignan não foi decantado, mas abrí o vinho uma meia hora antes também. Abaixo tem algumas fotos, destaque para a borras que o EPU deixou na taça... a do Carignan era ainda maior, mas a foto não ficou boa. E a outra é da costela de Javalí ainda na assadeira...

Forte Abraço!

7 comentários:

  1. meu amigo...

    essa costelinha de javali com o carignan ficou perfeito, mas o EPU brilha sozinho viu.

    Ah, o EPU....vinho de reflexão.

    :)

    ResponderExcluir
  2. Olá Cristiano,

    Tudo bem?

    Seu texto sobre o almoço me deixou com água na boca. Quando estivermos por aí, o "Le Vin au Blog" vai querer participar de uma destas harmonizações, hehe.

    Também trouxemos uma garrafa do EPU. Está repousando na adega esperando uma boa data para ser aberta.
    Abs.,

    ResponderExcluir
  3. Que bacco nos abençoe, e nos preserve sempre assim.

    ResponderExcluir
  4. A todos obrigado pelos comentários.

    Ao Le vin Au Blog, a harmonização está garantida! risos

    Forte Abraço!

    Cristiano

    ResponderExcluir
  5. Tadinhos, cês se tratam mal, não?!!!! Salute e que banquete!!

    ResponderExcluir
  6. Estão mandando muito bem por aí.
    Cristiano, como é você virá para o Jantar da Final da Copa das Confederações?
    São muitos vinhos (8 pelo menos), e precisamos de ajuda.

    Abraços

    Paulo Queiroz.

    ResponderExcluir

Algum comentário? Fique a vontade!

Advertência

O conteúdo deste blog é destinado a maiores de 18 anos. Seja responsável, se beber não dirija!