Montando a Adega - Brasil


Começamos nosso Montando a Adega em nossas terras. Os vinhos tupiniquim tem melhorado sensivelmente e podemos de fato comprar bons rótulos a bons preços. Os espumantes nacionais já são reconhecidos internacionalmente e um dos destaques da nossa produção vem sendo a Merlot, mas castas como a Cabernet Franc e a Tannat tem feito bonito também. Mas os brancos nacionais é que tem demonstrado mais potencial na minha modesta opinião. Em termos de regiões, terroir's, a Encruzilhada da Serra e a Campanha tem agradado mais.
Mas afinal eu não conheço tanto dos vinhos brasileiros como meu amigo Vinho para Todos e pedí a ele os vinhos, confira!
"Cristiano,
Mesmo para os vinhos brasileiros, que na lista que enviou aos demais é o mais jovem em termos vitivinícolas, há um bom número de vinhos que poderia indicar.
Mas procurei pensar no seu propósito: indicações seguras aos leitores do Vivendo Vinhos para que possam montar sua adega, a um preço razoável (R$60).
Pois bem, os vinhos abaixo são bons representantes do potencial brasileiro, com preços honestos. Então vamos lá: 1 espumante, 3 tintos e 1 branco.
- 130 ESPUMANTE BRUT
Elaborado pela Casa Valduga pelo método tradicional (champenoise), leva em sua composição chardonnay e pinot noir. Ao que consta, em breve também receberá no corte a pinot mounier. É um espumante elegante e com boa complexidade. Os aromas provenientes da segunda fermentação o deixam muito interessante. Tem recebido premiações importantes.
- VALMARINO CABERNET FRANC X
Tenho gostado muito de alguns cabernet franc brasileiros. Esse é especial: edição limitada, elegante, ainda em evolução e com bom preço. A vinícola parece ter conseguido uvas com excelente grau de maturação. 14% de teor alcoólico. Quem for a Pinto Bandeira não pode deixar de passar pela vinícola degustar toda a linha de tintos e espumantes. Vão se surpreender.
- PIZZATO RESERVA MERLOT 2005
A história da vinícola Pizzato está muito ligada à ascensão dos vinhos brasileiros, especialmente após seu Merlot 1999. Este vinho é “didático”, pois mostra ao degustador as nuances que a merlot pode ter no Vale dos Vinhedos. Macio e elegante, com ótimo preço. Compra segura.
- VALLONTANO TANNAT 2005
Dizem os especialistas tratar-se do melhor tannat brasileiro. Não posso fazer a mesma afirmação porque não experimentei todos, nem a maioria deles, mas é um vinho de respeito. Tem estrutura, é aromático e gastronômico. Acredito que ainda possa melhorar. A Vallontano é uma vinícola muito cuidadosa.
- CASA VALDUGA GRAN RESERVA CHARDONNAY 2009
Esse vinho na safra 2008 me fez pensar no potencial dos vinhos brancos nacionais. Passa por barricas de carvalho francês e romeno, o que lhe deu grande complexidade. Na boca é muito macio, amanteigado e com final longo. Boa vocação gastronômica.
Enfim essas são minhas indicações. Tenho certeza de que os leitores mais experientes vão pensar: “nessa lista faltou tal vinho”, mas a tarefa, como disse, não era fácil.
Posso lhe garantir que a lista é bastante honesta, pois são vinhos que comprei e bebi em casa, sempre acompanhado por minha esposa.
Forte abraço e obrigado pela confiança."
Essa é uma excelente lista, mas tomando a liberdade vou dar um toque a ela sugerindo ao amigo leitor que experimente também o Quinta do Seival Castas Portuguesas, outro excelente vinho nacional, campeão de compras aqui em casa...
Forte Abraço!

Um comentário:

  1. Cristiano,

    Parabéns ao nosso amigo Gil Mesquita. A lista está muito boa e vou providenciar a aquisição de alguns rótulos que ainda não tive oportunidade de provar.

    Enoabraço

    Jeriel

    ResponderExcluir

Algum comentário? Fique a vontade!

Advertência

O conteúdo deste blog é destinado a maiores de 18 anos. Seja responsável, se beber não dirija!