Almoço de Domingo: Frango Asiático e Chardonnay Argentino


Primeiro domingo de ano começou com os exóticos temperos asiáticos! E foi bem interessante. Na verdade foram algumas sobrecoxas de frango temperadas num creme a base iogurte e assadas por 45 minutos no forno, cobertas por um molho a base de damascos e laranja.
O vinho da vez foi o Benjamin Nieto Senetiner Chardonnay 2010, já que minha adega estava sem as melhores opções de harmonização, que seríam um Viognier e o Gewurztraminner. Mas... até que não foi ruim, passou...
Bom... para o preparo do frango tenha em mãos 06 sobrecoxas sem pele e as deixe marinar por 02hs em uma xícara de vinho branco e dois ramos de alecrim. Ao mesmo tempo despedaçe 06 damascos e deixe de molho numa panela com 02 xícaras de água.
Quando o tempo estiver se aproximando misture numa tigela 01 pote de iogurte natural, 02 colheres de sobremesa de curry, 01 de páprica doce e outra de cominho em pó, por fim uma colher de chá de sal. Aqui podemos utilizar outros temperos como canela em pó ou noz moscada, vai do gosto de cada um... mas acho que esses temperos exigirão uma carne mais forte. O iogurte ficará com uma cor mostarda, mergulhe as sobrecoxas lá...misture-as bem com o iogurte, use as mãos... deixe descansar por 30 minutos.
Começe a coser os damascos em fogo baixo. Faça um suco de 04 laranjas bem maduras e acrescente, mantenha o fogo baixo, quando o líquido estiver pela metade acrescente meia xícara de vinho branco e mel a gosto, duas colheres de sobremesa é interessante. Continue com o fogo baixo até o molho reduzir para um terço da quantidade inicial. Tenha paciência, este preparo leva pouco mais de 01 hora.

Nesse tempo poderá colocar suas sobrecoxas para assar no forno a 200 graus. Cerca de 40 minutos serão suficientes. as sobrecoxas estarão com um aspecto semelhante a um frango a milanesa.
No prato faça uma cama com um purê de batatas, ajeite as sobrecoxas de frango e despeja meia concha do molho, decore com hortelã fresca. Fica bonito e eu ainda ganhei o lindo sorriso da minha esposa.
A harmonização pediría um vinho um pouco mais untuoso, mas este fresco chardonnay teve seus momentos, os aromas de frutas tropicais e ervas foram interessantes e perenes. O vinho apresentou bom corpo e acidez suficiente para sustentar o prato. Mas realmente faltou untuosidade e aquela lembrança doce no retrogosto para uma harmonização mais adequada.
Enfim... não brigou com o prato e posso dizer que por R$ 20 é um belo chardonnay. Ficará bem interessante com entradas, principalmente aquelas que levarem frutos do mar. Acredito que podemos guardá-lo por 02 anos.
Forte Abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Algum comentário? Fique a vontade!

Advertência

O conteúdo deste blog é destinado a maiores de 18 anos. Seja responsável, se beber não dirija!