Storia 2005, Degustação: O Melhor das Américas

Lá estava ele na taça... os pronunciados aromas de café torrado o revelaram... sem nenhum mistério, todos cravaram: "Storia!!!" Um vinho que já é um cult entre os blogueiros... 
Esses dias comentei a safra 2006, agora a mítica safra de 2005, para mim, o Storia é o melhor vinho nacional que já experimentei, no mesmo nível ou até melhor que outros ícones sul-americanos. E olha... que eu não gosto de Merlot varietal... quem me conhece bem, se diverte bastante com esse fato, não é João Filipe? 
Enfim o vinho demonstra muito potencial de evolução/guarda ainda, é jovial em sua cor rubí intensa e opaca com leve reflexo violáceo e sem halo aquoso aparente. 
Os intensos aromas remetem a características secundárias, muito café torrado, aromas animais, couro e resinosos. Na boca é potente e equilibrado, deflagrando características novo-mundistas. Vasto e maduro volume tânico, boa acidez e retrogosto perene. 
Continuo querendo experimentar ele com uma costela na brasa, um dia eu chego lá... Ficou em segundo lugar na noite, uma bela posição! 
Forte Abraço!

2 comentários:

  1. Já experimentaste algum Tormentas ? Pra mim até agora estes são os melhores nacionais...

    ResponderExcluir
  2. Josué,

    Já bebí um espumante de Cabernet Franc e o Prelúdio.

    Respeito sua opinião, os vinhos de Marco Danielle são uma referência para o mercado.

    Mas como disse o Storia é o melhor vinho nacional que já experimentei... tomei esse cuidado, afinal não sou dono da verdade.

    Qual vinho do projeto Tormentas vc mais gosta?

    Pode ser minha próxima compra ;)

    Forte Abraço!

    ResponderExcluir

Algum comentário? Fique a vontade!

Advertência

O conteúdo deste blog é destinado a maiores de 18 anos. Seja responsável, se beber não dirija!