Montepulciano d'Abruzzo Rosé - Cerasuolo DOC 2008

Beber um rosé com quatro anos não é muito aconselhável, mas eu sempre quero experimentar, tentar, ver o que acontece. E isso foi o que me motivou a comprar esse vinho, além de ser um rosé italiano, afinal eu estou acostumado a beber rosés argentinos e chilenos, de vez em quando experimento um francês ou português. 
Bom um rosé de Montepulciano, meu tio adora os tintos de lá, que sempre possuem  uma certa rusticidade em boca, com elevada acidez e taninos a domar. Como seria esse rosé? 
Foi uma experiência muito legal! Surpreendeu com boa vivacidade, elegância e claras notas de evolução! Na taça apresentou cor âmbar, já não lembrava aqueles vermelhos tão característicos dos rosés. 
Os aromas remeteram a evolução, frutas passificadas, vermouth, ervas maceradas e nuances de terra molhada. Na boca elegância, com corpo médio, boa acidez, pequeníssima carga tânica, fina e bem integrada, boa persistência confirmando as ervas. 
Bebí sozinho, após o jantar, mas acho que poderia acompanhar bem uma tábua de queijos com sabores mais acentuados, como o queijo de cabra. 
Forte Abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Algum comentário? Fique a vontade!

Advertência

O conteúdo deste blog é destinado a maiores de 18 anos. Seja responsável, se beber não dirija!