O Winesave funciona!!!


Winesave é um produto destinado a conservação do vinho, depois de aberto. Ele é composto de gás Argônio, que é um gás sem cheiro, sem gosto, sem cor, não é tóxico e, mais importante, é inerte, não reage/interage com outros elementos. 
Por fim é um gás mais pesado que o ar, assim quando injetamos o mesmo numa garrafa de vinho ele atravessa o ar e repousa sobre o vinho, não permitindo a interação do oxigênio com o vinho e assim conservando o mesmo. 
Na teoria é um sonho!!! Uma vez que você pode aplicar o Winesave, "rolhar" o vinho novamente e abrir só quando quiser, poderia ficar guardado por muito tempo... Mas funciona mesmo??? 
Portanto, prezados amigos, passei o mês de janeiro testando o Winesave, com vinhos brancos, rosés e tintos, por prazos variados, 03, 05, 07 e até 15 dias. E o vinho sempre estava perfeito! 
Em resumo: o Winesave funciona!!! 
Forte Abraço! 
Obs.: Recebi uma amostra do Winesave da Winelands, representante do produto no Brasil.

O Brunello dos Poetas!!!


La Cantina dei Poeti é uma das marcas da Distilleria Bottega que produz vinhos e outras bebidas alcóolicas. Entre os vinhos encontramos caldos produzidos na Tosca e no Vêneto. Os produzidos no Vêneto são importados pela Grand Cru, mas os da Toscana não vem, até onde tenho conhecimento. 
Um grande produtor que neste projeto prima por vinhos com personalidade e que evoca dos poetas a alegria para brindar a vida! Bonito isso não? Eu gostei bastante do slogan!
Este Brunello foi um presente que recebi do meu pai, ele trouxe quando visitou a Itália, ano passado. Já estava curioso devido a ser Brunello e não ter no Brasil, mas com esse nome então... 'Il Vini dei Poeti', a curiosidade estava nas alturas!!! 
Lembra daquele Rosé de outro dia??? Pois naquele mesmo dia decidi abrir este Brunello... Estava preparando uma costela de panela e achei que era o momento! Bons amigos, boa mesa, seria perfeito evocar a alegria dos poetas... 
Decantei por 30 minutos aproximadamente e servi enquanto terminava o acompanhamento da costela, a polenta! Na taça a cor era de um rubi vivo, lindo! Os aromas remetiam a frutas passadas com tâmara, especiarias como pimenta preta e elegantes aromas oriundo do estágio  em carvalho como baunilha. E a complexidade só aumentou com o tempo...
Na boca apresentou bom corpo, excelente acidez, volume tânico enorme e maduro, retrogosto de frutas passadas e perene, álcool domado e integrado ao conjunto. Um vinho elegante e sedoso! Que realmente traz alegria à taça!!! E aos comensais que o bebem... 
Harmonizou bem com a costela, principalmente com o molho. Foi uma excepcional companhia para o almoço e para os amigos.
Forte Abraço!

Vinho Francês Bom e Barato??? Tem Sim Senhor!!!


Estava lá eu na churrasqueira mais uma vez, como se eu não gostasse... risos, alguns amigos já  até a apelidaram de "O Recanto do Guerreiro"... Bom, estava lá preparando meu churras, que seria muito especial, afinal tinha a presença do nosso amigo Carre de Cordeiro!!! 
Temperado em ervas e azeite estava pronto para ser executado! Mas... antes de começar a assá-lo, decidi abrir o vinho, afinal nem só de carne vive o homem... Fui a minha adega e saquei um vinho francês! Para acompanhar churrasco de carre? Isso mesmo! Abaixo aos preconceitos!!! 
Escolhi um vinho do Languedoc, mais precisamente de Minervois, trata-se do Opéra 2008 do Chatêau Villerambert-Julien, corte de Syrah e Greenache, um vinho franco, frutado e aromático! Mas com mais um detalhe, uma pequena mineralidade que faz toda a diferença... 
Na taça coloração rubi viva! Aromas que apontam para furtas vermelhas maduras, ervas, pimenta e especiarias. Bom corpo, acidez em alta, taninos finos e retrogosto de boa persistência indicando a mineralidade, boa complexidade! Tudo isso por apenas R$ 39!!!
Com o carre ficou ótimo! A carne ficou tenra, macia, a gordura encontrou um belo par na acidez e nos taninos. A mineralidade ajudou a domar a sensação exagerada que o sal poderia causar, enfim gostei demais! Altamente recomendável para um encontro descompromissado com amigos. 
Esse Janeiro começou bem! 
Forte Abraço!

Haedus Rosé 2011 #cbe


Quando se fala de vinho Rosé, Provence é a referência! E sabendo disso, o amigo Ewerton Cordeiro do blog Vinhos da Minha Vida, escolheu um "Rosé da Provence" como tema do mês da CBE, eu que já estava ávido por um rosé, achei ótimo! 
E no sábado que passou recebi a nova Confrade da CBE, a Evelyn Fligeri, do blog Taças e Rolhas, e seu marido para um almoço e bate-papo ao redor da mesa e bons vinhos. A Evelyn decidiu trazer um rosé da Provence para acompanhar as lulas recheadas que eu preparei. Enquanto eu abri um Brunello para acompanhar a costela, papo para outro post... 
E como todo bom Rosé da Provence que bebi, o Haedus a presentou delicadeza e elegância! Na taça aquela cor cobre fraca, lembra casca de cebola. Aromas de frutas vermelhas frescas, flores e uma suave nota mineral... Na boca leveza, boa acidez, retrogosto confirmando as frutas vermelhas frescas, tudo bem integrado. 
Com a lula foi bem, apesar do molho de tomate que cobria a mesma ter atrapalhado um pouquinho... Gostei muito deste rosé, Provence é coisa séria! 
Obrigado ao Ewerton para escolha e a Evelyn por trazer este belo exemplar! 
Forte Abraço!

Advertência

O conteúdo deste blog é destinado a maiores de 18 anos. Seja responsável, se beber não dirija!