Visitando o Vale dos Vinhedos - Setembro/2015


Acabei de retornar de uma viagem de 04 dias pelo Vale dos Vinhedos. Já visito a região há muitos anos, desde garoto é verdade, quando um tio meu residiu e trabalhou em Bento Gonçalves. Obviamente a época não me importavam os vinhos e a estrutura para o turista, mas sim os primos que raramente via e a oportunidade de conviver um pouco com eles. 
Mas agora é diferente... a paixão pelo vinho é parte fundamental da minha vida e minhas férias sempre tem programações eno-turísticas é claro! Esse ano visitei 06 vinícolas, me hospedei numa delas, almocei e jantei em alguns dos restaurantes mais tradicionais da região. 
Hoje começo a contar um pouco dessa minha andança pelos vinhedos gaúchos, neste primeiro post vou fazer mais um apanhado geral mais sobre a região. 
Chegando ao Vale dos Vinhedos 
Obviamente você pode viajar a Bento Gonçalves de várias formas, eu peguei um voo até Porto Alegre (Aeroporto Internacional Salgado Filho) e posteriormente segui de carro até o Vale pela BR 116, RS 240, RS 122 e RS 446, foram aproximadamente 120 km, bem tranquilos, na sua grande maioria em pista dupla. 
Mas nem tudo são flores, as estradas mais próximas do Vale estão ruins e são mal sinalizadas, foi o que mais me incomodou, a noite procure evitá-las. 
Hospedagem 
Há diversas opções hoje em dia no Vale, para todos os bolsos, mas acredito que a magia acontece quando nos hospedamos numa das pousadas ou hotéis que as próprias vinícolas possuem. É a melhor dica que posso dar... 
Restaurantes 
Come-se bem, muito bem no Vale, a especialidade é o Rodízio Colonial, onde a grande estrela é o Galeto a Primo Canto, imperdível! Entre as boas opções estão os tradicionais Canta Maria e o Di Paolo. 
Mas não vivemos só de Galeto certo? Portanto experimente a Codorna do Casa Madeira, temperada no vinho tinto e ervas finas, lá também encontramos um leve e saboroso nhoque de batata doce. Em Garibaldi o excelente e refinado Primo Camilo o aguarda com um ambiente intimista e um risoto inesquecível. 
Há ainda muitas outras opções que não pude conhecer como o Mamma Gema, o Pizza entre Vinhos, o Restaurante da Don Giovanni, entre outros... todos bem recomendados. 
Nos próximos posts começo a falar das vinícolas que visitei, vem comigo? 
Forte Abraço!

2 comentários:

  1. Bah, por que vim parar neste post? Que saudade do risoto do Primo Camilo!!!

    ResponderExcluir

Algum comentário? Fique a vontade!

Advertência

O conteúdo deste blog é destinado a maiores de 18 anos. Seja responsável, se beber não dirija!