Casal Mendes Vinho Verde #CBE


Um pouco enferrujado cá estou eu a escrever novamente sobre vinhos, desta vez sobre um Vinho Verde. E essa ótima idéia de experimentar um Vinho Verde foi do amigo Daniel Perches, Vinhos de Corte, que escolheu o mesmo como tema para a Confraria Brasileira de Enoblogs no mês de janeiro. 
Para cumprir essa "missão" estabelecida fui escolhido pelo Casal Mendes, fui escolhido porque quando estava no Pão de Açúcar procurando por um Vinho Verde, esta garrafa me encontrou! Estava lá ela com o simpático preço de R$ 15,45 e um sorrisão! Fui seduzido! Sou fácil... deu pra perceber? O preço usual deste vinho está nos R$ 31. 
O Casal Mendes é um Vinho Verde típico, amarelo palha com reflexo verdeal e intensa formação de agulhas, nome dados pelos portugueses as bolhinhas tão características destes vinhos. Os aromas são frescos, remetendo a frutos tropicais. Na boca é um vinho com presença, é vivo, ácido, intenso e marcante, mas é ligeiro, nos convidando a mais um gole! 
Ficará muito bom com aperitivos e saladas leves. Mas acho que harmoniza melhor com amigos e o nosso calor tupiniquim. Um vinho descompromissado e gostoso, vale a pena! 
Forte Abraço!

A Experiência Valduga!


Me hospedar numa das pousadas do complexo da Famiglia Valduga era uma vontade antiga. Desde a primeira vez que visitei a vinícola fiquei impressionado com o projeto, é perceptível a dedicação e a paixão que pairam no ar daquele lugar. 
O complexo Valduga é grandioso, não só pelo tamanho e rusticidade exterior dos seus prédios, mas muito pela finesse e pelo calor interior que encontramos por lá, é realmente acolhedor. 
Dentro do complexo encontram-se algumas pequenas pousadas, com quartos espaçosos e confortáveis, vistas para lá de agradáveis e muito charme. As ruas de paralelepípedo, o silêncio extremo contrastando com o cantar de alguns pássaros, alguns curiosos e errantes gatos, o belíssimo Ristorante Maria Valduga tudo isso a sua disposição, um rico cenário, um início de uma experiência para o enófilo deixar sua paixão por vinhos se elevar ao amor! 
Mas tantas outras coisas por lá fizemos... e claro que vocês também podem fazer, desde um passeio pela loja de vinhos do complexo que tem ambiente mais moderno e bom atendimento. Para quem se hospeda ou não, o curso de vinhos oferecido pela Valduga é imperdível, 04 horas de muito aprendizado, incluindo passeio pela propriedade além de degustação de produtos. 
Há muitas outras experiências ainda fora da Casa Valduga, afinal eles são um grupo de 05 empresas, portanto vá até a Casa Madeira e desfrute das saborosas geleias e antepastos de alta qualidade que a mesma oferece, mas não exagere! Faça como nós! Dê mais alguns passos e conheça o restaurante da Casa Madeira e delicie-se com um Codorna ao Molho de Vinho... de comer de joelhos... 

Nesse almoço inclusive experimentamos 03 vinhos do grupo, 02 importados, sim, o grupo também atua na importação de rótulos de qualidade através de outra empresa, a Domno do Brasil. Mas como o foco da viagem são os vinhos brasileiros vou falar do Espumante Gran Extra Brut, 60 meses de autólise das leveduras, com certeza um dos melhores que provamos durante toda a viagem, rico em sabores e aromaticamente, mas de uma elegância e finesse absurda, sensacional! Enfim... a Casa Madeira é mais uma experiência aos sentidos! 
Mas não pense em descansar! Reserve o final de tarde para passar no Jardim Leopoldina, novo projeto da Famiglia, que tem cafés, deliciosos sorvetes e as recém lançadas cervejas artesanais do grupo, que levam o mesmo nome: Leopoldina. Passe lá algumas horas, não deixe de se encantar com o imponte plátano que fica a entrada da cafeteria-bar e aproveite para descansar o paladar aproveitando uma bela cerveja! São 05 tipos a sua disposição, a minha preferida foi a Witbier... mas elas sempre são as minhas preferidas... 

A Valduga oferece múltiplas oportunidades para os seus clientes/turistas, como queiram chamar... e conforme você as vai vivendo, sua paixão por vinhos apenas cresce e cresce mais... A Valduga é uma senhora experiência! Vale muito a pena! 
Forte Abraço!

Cave Geisse: Primor & Excelência!


Nossa chuvosa manhã continuava subindo o Distrito de Pinto Bandeira até a um dos mais renomados produtores nacionais: Cave Geisse! 
Vinícola de propriedade do chileno Mario Geisse, que tem ao seu lado os filhos na condução do projeto, se dedica exclusivamente a produzir espumantes de alta qualidade, de excelência! São 240 mil garrafas produzidas anualmente. 
Fomos recebidos pela competente Kelly que nos mostrou a cantina e o primor de organização da mesma. Nada escapa, os detalhes são muito bem cuidados na Geisse e acredito sim que isso esteja refletido na alta qualidade do espumante que apresentam. 
As Caves são charmosas e o passeio é bem agradável, uma pena que a chuva impediu que conhecêssemos a propriedade, uma vez que há uma cachoeira nela e um deck junto a mesma onde se pode degustar um espumante da casa. Eu adoro andar pelos vinhedos, vou ter que voltar... 
Passamos também pelas autoclaves e pela sala onde as garrafas descansam para retirada da levedura antes de chegarmos a sala de degustação, sempre encontramos mensagens carinhosas pelo caminho, na Geisse se faz vinho com dedicação e empenho, mas também com alegria e amor! 
Degustamos o Blanc de Blanc e o Blanc de Noir, espumantes que demonstram bem as contribuições que a Chardonnay e a Pinot Noir dão a um corte. 
O Blanc de Blanc é um espumante feito apenas de uvas brancas, no caso da Geisse apenas de Chardonnay, e assim podemos observar como ele é rico em fruta e frescor, logo podemos imaginar que quando o enólogo está elaborando um espumante com diversas uvas, um corte, ele utilizaria a Chardonnay desta forma, desejando aportar fruta e frescor ao vinho. 
Por sua vez o Blanc de Noir é produzido exclusivamente a partir de Pinot Noir e tem uma postura mais séria e discreta, é fino e de grande presença em boca! Paralelamente ele complementaria a chardonnay aportando corpo e finesse
Foi muito interessante, uma verdadeira aula! Espero que quando você tiver a oportunidade de visitar a Cave Geisse, que seja num belo dia de Sol e que possa explorar tudo que a Vinícola oferece! 
Forte abraço!

Advertência

O conteúdo deste blog é destinado a maiores de 18 anos. Seja responsável, se beber não dirija!